UOL Estilo UOL Estilo






Meu perfil
BRASIL, Mulher, Portuguese

Neste blog Na Web

 Visitas  
 
Prova de que minha vida é roteirizada pelo Groucho Marx

A amiga deu o telefone da astróloga que resolvi ligar porque, depois de pisar muito tempo nos astros distraída, a melhor coisa a fazer é um mapa astral. Para ver porque os astros estão distraidamente pisando em mim.

- Alô, queria marcar uma hora.
- Funerária, bom dia!
- Ah?
- Funerária, bom dia!

Cai o pano.

:: Escrito por Jô Hallack às 23h05

Sobre a amizade entre os homens

Há algo de lindo na amizade entre os homens. Nada mais comovente que dois bofes dizendo eu te amo. “Seu filho da puta, você é um verme, mas eu te amo pra caralho”. Essas coisas emocionam. Diálogo ouvido entre dois amigos, que também são meus ( sorte nossa).

_Você encantou a minha festa.

_E  você encantou a minha vida.

Os homens que me interessam (como amigos, namorados, pretês, qualquer coisa) são os que gritam eu te amo  bem alto. Sujeitos que  não se declaram bêbados, e ainda aqueles que falam, com orgulho “ai, só tenho amiga mulher”, não vão conquistar meu coração.

Sim, eu sofro de complexo de Electra. Acabo de lembrar que meu pai, homem intenso, uma vez quebrou três costelas. Motivo: o abraço de um amigo. Tem coisa mais linda?

 

Por Nina Lemos (uma pessoa cheia de amigos que dizem eu te amo para ela e para os outros amigos. E que responde sempre com sinceridade: "eu também te amo")

:: Escrito por 02 Neurônio às 00h40

O que você quer fazer daqui a cinco anos?

Quando você tá na faculdade ou está fazendo entrevista de emprego, muitas vezes surge essa pergunta: o que você quer fazer daqui a cinco anos? Onde você se imagina? Fazendo o que?

E é lógico que você não imagina porra nenhuma. Daí você inventa alguma besteira ("me imagino chefe da equipe", se for na entrevista) e nem pensa nisso depois.

Daí os cinco anos passam. Passam mais cinco. E numa segunda-feira à noite, no caminho do Pão de Açúcar, você pensa: é isso mesmo que eu queria? Ser uma pessoa de classe média que só trabalha e gasta o dinheiro do salário no Pão de Açúcar?! Pra que tudo isso?! Por que você trabalha tanto, se gasta tudo em comida? Não seria melhor conseguir um trabalho no próprio supermercado e trocar seu salário por comida?!

Obviamente que tudo isso é um pensamento simplista e raivoso depois de um dia estressante de trabalho. Mas realmente cai uma ficha: você quer ser uma pessoa assim? Classe média frequentadora do supermercado?!

NÃO!!!!!!

Até porque, você fez muitas compras no Pão de Açúcar pra ganhar cupons que te dariam direito a comprar uma passagem de avião mais barata. E era tudo uma farsa! Você liga pra um número e eles dizem que vão te ligar pra marcar sua viagem. E nunca te ligam.

Então, não vale à pena ser classe média resignada. Uma acumuladora de cupons do supermercado.

O problema agora é: o que você quer ser na semana que vem? E daqui a um mês? E não vale mentir, porque você não está mais na entrevista de emprego.

 

 

 

:: Escrito por raq affonso às 21h44