UOL Estilo UOL Estilo






Meu perfil
BRASIL, Mulher, Portuguese

Neste blog Na Web

 Visitas  
 
Abduzidas pelo futebol (e não por causa dos homens)

Incrível! Inédito! Extraordinário! Esse blog foi tomado por espírito futebolístico! O mais maluco é que não foi por causa de homens (sim, os adoramos, e muitas vezes eles nos convencem a acompanhar a tal paixão nacional). Mas agora é diferente. Isso porque esse é um blog torcedor do Fluminense (quer dizer, a Raq é Flamengo, mas maioria é maioria). E estamos tomadas de orgulho pelo nosso time.

Os são-paulinos nos desculpem. A gente não entende nada de futebol e muito menos dessa coisa de ficar brigando por causa de times. Mas hoje o estranho aconteceu. Ouvi gritos na rua. Lembrei do jogo e liguei para a minha consultora esportiva predileta, que é a Jô.

_Foi gol de quem?

_Do Fluminense, mas não adianta. Existe uma regra doida que eu não entendo. Ele tem que ganhar de três a um. Não é... corta para a minha amiga checando a informação com o namorado.

Eu, agora, acho que a Jô entende super de futebol. Só saber que existe uma regra maluca já é muita coisa. E não entender a regra é melhor ainda. Prova de que ela não enlouqueceu.

Ou enlouquecemos as duas, já que depois trocamos telefonemas de alegria pela vitória de nosso time. E ainda combinamos de ver o próximo jogo no Maracanã. Seria bom se a gente se apaixonasse por futebol. Um passatempo a mais. Uma coisa que acharíamos importante e que não diria respeito aos nossos egos nem aos nossos probleminhas de estimação. Seria. Mas provavelmente não vai acontecer. Em todo caso: Meeeeeeeense!

PS. Não queremos ofender os outros torcedores (hahahaha. Eu chamei a gente de "torcedora").

(Por Nina Lemos)

:: Escrito por 02 Neurônio às 01h38
A resistência
Assaltaram a gramática

Não vou poder mais usar a minha frase preferida e também todas frases preferidas que derivam dela.
“Eu tive uma idéia”
Ou então. “Eu tive uma idéia ótima”
E ainda: “Acabo de ter uma idéia incrível”, “Você não sabe a idéia que eu tive” e “Tive a melhor idéia do mundo”.

A nova revisão ortográfica acaba de ser implementada e a palavra idéia perdeu o acento. Tristeza. Contratei um grupo de carpideiras. Proponho uma greve geral. Uma atitude drástica. Sair correndo pelo centro com o corpo em chamas.

É um ditongo aberto e por isso não precisa de acento, dizendo os lingüistas. Precisam, seus lingüistas, precisam sim. Ditongos abertos, escancarados, arreganhados, têm que ter acento. Inclusive, os lingüistas, ao invés de ficaram por aí com suas mão ligeiras surrupiando acentos, deveriam instituir que a palavra idéia deveria ter seguida sempre de um ponto de exclamação. E ser escrita sempre em caixa alta. Isso mesmo. A resistência foi declarada.

TIVE UMA IDÉIA INCRÍVEL PARA TERMOS NOSSO ACENTO DE VOLTA!!!!!!!!!!!!
:: Escrito por Jô Hallack às 12h54
Como fazer uma festa punk

1-    Antes de ir trabalhar, compre quatro caixas de cerveja. E carregue todas sozinha para casa. Isso significa, no caso, subir 3 lances de escada carregando pesos. Mesmo cansada, deixe as cervejas gelando. Umas malucas de Nova York uma vez lançaram a punk rock aeróbica, onde as pessoas, ao invés de pesos, erguiam tijolos. Claro, o importante é comprar cerveja para os amigos. Mas vai que você também fica mais forte.

2-    Convide os melhores amigos do mundo no quesito baderna. Aquelas celebridades demo mesmo. E deixe de lado pessoas que podem perturbar a desordem ambiente fazendo coisas como: arrumar a casa, reclamar do excesso de cigarro e fumaça e tentar mexer no som para colocar uma musica eletronica mega hypada.

3-     Compre 4 pacotes grandes de doritos e outras coisas nojentas e boas.

4-    Cheque se existe café o suficiente na casa. Ele será feito a noite toda, aos baldes, por qualquer convidado.

5-  Abra a porta para desconhecidos.

6-    Claro, todas as regras de etiqueta devem e precisam se banidas. Sempre. E pronto. Três acordes. Basta. 

(nina lemos)

 

 

 

 

:: Escrito por 02 Neurônio às 00h24