UOL Estilo UOL Estilo






Meu perfil
BRASIL, Mulher, Portuguese

Neste blog Na Web

 Visitas  
 
Quero dormir na sua cama

Dependendo da época da vida, "quero dormir na sua cama" pode ser a melhor frase que você pode ouvir. Vinda de um pretê, claro. E dependendo da fase, pode ser apenas um pedido do seu filho no meio da madrugada. Uma frase que você realmente não quer ouvir.

Mas filho doente quer dormir sempre com você. E você deixa um dia, deixa dois, porque a febre está alta, e no terceiro dia, lá está ele, achando que é o dono do pedaço. E por mais que você explique que não dá, as desculpas são inúmeras. E ótimas:

- Eu preciso dormir aqui porque estou com medo. Eu vi um morcego na janela do meu quarto.

- Eu tenho medo. Tem lobo no meu quarto.

- Mãe, meus brinquedos estão olhando pra mim! - Essa desculpa meio assustadora, um pouco Chuck brinquedo assassino demais.

- Eu fico aqui na pontinha da cama.

- Então você dorme comigo na minha cama. Até o dia chegar. Sem soltar a mão.

E nessa vão umas cinco horas, até que realmente o dia começa a clarear. E você resolve que um bom investimento de Natal, será uma cama king size.

 

:: Escrito por raq affonso às 21h49
O CSS e o mosh das meninas

_CSS! CSS!

Sim, as pessoas gritam no show do CSS, a nossa boa e velha banda amiga Cansei de Ser Sexy. Clube lotado em Berlin. Pessoas pogando. Eu pogando feliz no meio das pessoas. Eles continuam os mesmos e tiram sarro de todo mundo o tempo inteiro (e deles mesmos). Em uma palavra: delícia! Uma delícia ver o sucesso das meninas e do menino (hey, Adriano), perceber que gente legal continua legal e que a tiração de sarro pode ser entendida em alemão (o show começa com um som de axé gritando.. "Requebra" para depois cair no puro rock).

Mas no meio da minha felicidade (eu estava de férias e ainda por cima era o dia do meu aniversário) percebi um fenômeno: as meninas da platéia dão mosh no show. Umas cinco passaram voando por cima de mim. E até ajudei a colocar uma delas no chão. A força das meninas no palco deve dar essa coragem para as outras da platéia. Mas o fato é: no show de Berlin, teve muito mosh. E só de garotas. Mosh de verdade. Elas se jogavam do palco rindo, com jeito de quem sabia que não ia se machucar. E eram tratadas com delicadeza. Vi uma delas ganhar um abraço de um menino após pousar no chão. E depois ainda dizem que o mundo não mudou... O do rock, sempre tão machista, está mudando, sim.

(Nina Lemos)

:: Escrito por 02 Neurônio às 01h01